close

Insider

Alana AI expande atuação na América Latina

Written by Alana Team
on Outubro 27, 2020

Fundada em 2015, a Alana AI está abrindo escritórios no México e em Porto Rico. Hoje, a empresa de inteligência artificial já atua no Brasil, EUA e Reino Unido.

Após conquistar a marca de R$10 milhões em faturamento, oferecendo sua inteligência artificial proprietária a grandes empresas como Coca-Cola, Diageo, Polishop e Nivea, o objetivo da Alana AI é gerar US$ 3 milhões em vendas nos próximos 12 meses, apenas na América Latina.

“Estamos indo para estes mercados porque eles são carentes de inteligência artificial de qualidade que atenda suas especificidades, são poucas opções de ferramentas de qualidade e com custo compatível com a oferta. Além disso, por conta da recessão causada pela pandemia, vamos oferecer opções flexíveis de pagamento e créditos para os clientes desses mercados”, explica Marcel Jientara, CEO da Alana AI.



Para marcar esta nova fase, as operações de vendas na América Latina serão comandadas por nossas novas sedes estratégicas em Porto Rico e México, com o desafio de consolidar os negócios na região. Novos profissionais para os escritórios já estão sendo contratados.

Recomendação de leitura: Cubo, 100 Startups to Watch e mais: as conquistas da Alana AI no terceiro trimestre

Estratégia de expansão

Para que nossas ferramentas atendam às demandas específicas de cada mercado, o primeiro foco da Alana AI será expandir para países que falam espanhol e reforçar a qualidade da tecnologia em português no Brasil, conforme explicou Jientara em entrevista para a Exame.

Queremos nos destacar por oferecer inteligência artificial de qualidade em outros idiomas, seguindo as leis de proteção de dados locais, entendendo todo o contexto do país, como as gírias, o tom de voz mais comum e as figuras de linguagem por exemplo, sem utilizar sistemas de tradução de terceiros. 

“Nossa ideia é expandir por idioma, e não por país. Queremos criar a melhor inteligência artificial em língua não-inglesa para atender a mercados que não falam inglês no ocidente. O intuito da Alana é criar o Estado da Arte em Inteligência Artificial, com uma ferramenta que funcione de acordo com regras de linguagem locais. Queremos nos tornar referência em Processamento de Linguagem Natural na América Latina”, reforça Marcel.


Depois da consolidação na América Latina, a empresa quer expandir para a península ibérica, atuando em Portugal e Espanha.

Recomendação de leitura: Alana AI é acelerada pela InovAtiva Brasil

A trajetória de negócios

A ideia para a criação da Alana surgiu quando Marcel Jientara, que trabalhou em agências de publicidade desde os 16 anos e liderou campanhas de alto impacto, percebeu que poderia haver um sistema grande de coleta de dados para mensurar o impacto da publicidade de grandes companhias. Para liderar a parte técnica do projeto, uniu forças com Marcellus Amadeus, que é especialista em Neurociência da Computação e machine learning.

Nos dois primeiros anos da empresa, os sócios focaram em análise de dados. Tudo mudou quando a startup foi selecionada para um programa de aceleração da Oracle, onde o negócio foi se transformando na direção de conversação. De 2017 para cá, a Alana passou a ser treinada para conseguir conduzir conversas com clientes como se fosse um humano. E conseguiu com êxito!

Neste vídeo, Marcio Kumruian, fundador da Netshoes, confunde as respostas da Alana com respostas de seres humanos, devido ao alto nível de qualidade e humanização das interações geradas pela inteligência artificial.

Para alavancar a startup, em 2017, os fundadores conseguiram um investimento-anjo de R$400mil liderados pelo Distrito Ventures. Depois, em 2019, fizeram uma rodada de capital seed com dois fundos americanos (que não são divulgados), na qual levantaram 1 milhão de dólares. Com o investimento, começaram a preparar a Alana e construir a plataforma para o idioma espanhol.

Conheça a Alana AI

A Alana é uma inteligência artificial proprietária que possui habilidades capazes de automatizar os departamentos de marketing e customer experience de seus clientes, resolvendo desafios de atendimento e tarefas de marketing de forma autônoma e, dessa forma, colaborando para que os profissionais possam focar em atividades estratégicas.

A Alana AI possui seu próprio sistema de coleta de dados, e nossos algoritmos de inteligência artificial têm alta precisão de NLP (processamento de linguagem natural) para análise de sujeitos e sentimentos em dados não estruturados advindos de e-commerces, redes sociais e outros canais de atendimento ao cliente.

Recomendação de podcast: Como as máquinas lidam com a linguagem humana?

Quote-04@2x-min

Com a análise de texto proprietária e precisa para atendimento e marketing, a Alana AI consegue, em pelo menos 95% dos casos, identificar o contexto, coletar informações e responder usuários com assertividade, resolvendo a ineficiência causada pelo excesso de trabalho manual. 

Quer saber mais sobre as funcionalidades da Alana e como a inteligência artificial pode resolver problemas de atendimento e potencializar o marketing de sua empresa? Continue acompanhando nosso blog e redes sociais.

linha-min-1

 

personagens escrevendo

 



assinatura_teamalana

 

 

 

 

Você também pode gostar:

Insider

[Vídeo] Mulheres na liderança: bate-papo sobre inovação e tecnologia com Luiza Helena Trajano

Criar um negócio digital e expandi-lo não é uma tarefa simples. É necessário investir tempo e dinheiro em tecnologia, in...

Insider

Black Friday: o desafio do aumento de volume de vendas e atendimento

A Black Friday é a promoção mais esperada do ano. É a oportunidade que o consumidor tem de aproveitar ótimos descontos e...

Insider

A inteligência artificial e o futuro da comunicação entre humanos e máquinas

A interpretação da linguagem humana é essencial para a comunicação entre humanos e máquinas. Ela acontece através do mét...

Receba insights sobre
Inteligência Artificial por e-mail,
na medida certa.